22 mar

Desmistificando o Terminal – Parte I: Conexão à Internet

Eu estava lendo diversos artigos sobre a transição e adaptação do Windows para o Linux, e percebi um ponto em comum: praticamente todos estes artigos falavam sobre o medo que as pessoas não familiarizadas com o ambiente Unix tem da linha de comando. Afinal de contas, já temos duas gerações que não conheceram sequer qualquer sistema operacional em seu modo texto (como o MS-DOS). Não é mais usual pensar em informática cotidiana pensando em comandos, pelo menos para o público leigo.

O Terminal do Linux (tecnicamente conhecido como Bash) é uma ferramenta que é muito eficiente e muito, mas muito útil. Pelo Terminal, é possível gravar e copiar mídias e imagens ISO, ouvir música, jogar determinados jogos, inicializar programas gráficos, verificar a lista de hardware utilizada, entre uma série de outras utilidades, e sem muita complicação.

Neste artigo, vou detalhar como conectar à Internet somente pela linha de comando, com programas disponíveis na maioria das distribuições Linux.

Para Conexões Discadas (PPPoE):

Digite

$ su

informando sua senha de root. Em seguida, digite

# pppoe-setup

O programa lhe dirá se o hardware está corretamente configurado para obter conexão.
Se tudo estiver ok, digite então

# pppoe-start

Você deve estar conectado a partir da finalização deste comando.

Conexão Banda Larga (Ethernet) Cabeada:

Como ‘root’, digite:

# ifconfig -a

Este comando lhe mostrará todas as interfaces de rede disponíveis em seu computador. Provavelmente, sua conexão cabeada terá o nome eth0, eth1 ou similar. No próximo passo, vou informar dois comandos diferentes – dependendo da distribuição Linux que você utiliza, você pode ter um ou o outro.

# dhcpcd eth0

Caso sua conexão tenha este nome (eth0). Ou

# dhclient eth0

Você deve estar conectado a partir da finalização deste comando.

Sobre os comandos anteriores: As distribuições baseadas em Debian ou Ubuntu possuem geralmente o pacote dhcp3-client instalado, que dá acesso ao comando dhclient, enquanto o Arch Linux (e outras distribuições) utiliza o dhcpcd como padrão.

Conexão Banda Larga Wireless
O procedimento para se conectar a uma rede wireless é um pouco mais extenso, mas não exatamente complexo. São mais passos a serem cumpridos que uma simples conexão cabeada. 😉
O nome mais comum para as interfaces wireless em ambiente Unix é wlan0. Sendo assim, você deve digitar, como root:

# ifconfig wlan0 up

Seu dispositivo wireless está ativado, mas ainda não está conectado. O próximo passo é escanear as redes sem fio disponíveis, com o comando:

# iwlist wlan0 scan

Você verá algo parecido com:

# wlan0 Scan completed :
Cell 01 – Address: 00:21:43:4E:9B:F0
Channel:11
Frequency:2.462 GHz (Channel 11)
Quality=39/70 Signal level=-71 dBm
Encryption key:on
ESSID:”felipe”
Bit Rates:1 Mb/s; 2 Mb/s; 5.5 Mb/s; 11 Mb/s; 6 Mb/s
12 Mb/s; 24 Mb/s; 36 Mb/s
Bit Rates:9 Mb/s; 18 Mb/s; 48 Mb/s; 54 Mb/s
Mode:Master
Extra:tsf=0000009e775bcc51
Extra: Last beacon: 15128ms ago

Assim, você sabe que a rede ‘felipe’ (neste exemplo) está disponível para conexão. Se for uma rede pública, apareceria na sexta linha “Encryption key:off ”. Neste caso, é só digitar:

# iwconfig wlan0 essid “NOME_DA_REDE”

E você está conectado ao final da execução do comando.

Se sua rede for WPA, primeiramente você deve ter o wpasupplicant instalado. A maioria das distribuições atuais já tem ele instalado.

Faça um backup dos arquivos /etc/wpa_supplicant.conf e /etc/rc.d/rc.inet1.conf. Após este passo, digite no terminal:

# wpa_passphrase NOME_DA_REDE FRASE_SENHA > /etc/wpa_supplicant.conf

Isto gerará um arquivo de configuração para sua rede WPA.
Para se conectar pela primeira vez a uma rede WPA, é necessário saber o driver utilizado por sua placa de rede wireless.
Digite:

# wpasupplicant –help

As opções são: wext, hostap, madwifi, atmel, ndiswrapper e ipw.
Os drivers mais comuns são ipw (para placas mais antigas) e wext.
Em seguida, digite no terminal, no seguinte formato:

# wpa_supplicant -D[driver] -i[device] -c[/caminho/do/conf]

Sem espaço entre os atributos. Exemplo:

# wpa_supplicant -Dwext -iwlan0 -c/etc/wpa_supplicant.conf

Em seguida, é só realizar o comando de conexão (dhclient ou dhcpcd).

Tags:

Felipe Magnus Gil

Gaúcho de Porto Alegre, 21 anos, usuário Linux/BSD desde 2007 (Arch, Debian, Ubuntu, Linux Mint, PC-BSD). Trabalho com desenvolvimento web (XHTML, CSS, PHP+MySQL). Gosto de música inteligente e de aprender novos idiomas.
  • Pingback: Desmistificando o Terminal – Parte I: Conexão à Internet … | ZiiPe()

  • Gostei muito deste post. Bem explicativo e direto. Quem sabe um dia não me aventuro no universo do Linux!!

    • Nicholas Lima

      E o que está esperando? Venha fazer parte dessa comunidade, USE LINUX!!! Existem diversas distros que podem agradar e satisfazer suas necessidades. Continue de olho no blog.

  • Aknaton

    Muito bom mesmo !
    É exatamente ai que quem deseja ingressar no linux desiste !
    Não ha nenhum blug ensinando o b-a-ba das linhas de comando com simplicidade e para leigos!
    Parabéns e não pare por ai !

  • Renan_wade

    tudo bem ae pessoal! tenho uma duvida eu uso o ubuntu 10.10 maverick tenho uma rede em que me conecto que se chama “Space lan2011” é uma rede aberta que e controlada via endereço mac e pelo network manager nunca tive problema em conecta. E na verdade eu queria sabe como que eu faço pra digita o essid da minha rede com aquele espaço ali no nome Space lan2011 ? vlw ae!!!

    To usando um adaptador de rede usb tp-link wn442g ele fica como wlan1 a rede é aberta como disse e tem dhcp automatico sem precissa configurar tcp/ip ! espero a resposta se tiver qualquer coisa errda no comentario me falem ae so iniciante em linux !abraçao

    • Nicholas Lima

      Cara é bem simples, você coloca uma barra invertida “” antes do espaço, veja no exemplo abaixo:

      # iwconfig wlan0 essid Space lan2011

      Acho que isso deve resolver o problema… Caso não consiga, volte a comentar aqui no blog.
      Continue acompanhando nosso trabalho.

      Abraços

      • Renan

        Valeu pelo resposta eu pensei que era so para pastas essa barra pq ja tinha tentado e nao dava certo axo que o “network-manager” que tava rodando e nao consiguia faze o dhcp. vlw cara!!

  • Renan_wade

    obrigado mano eu testei agora poco, na verdade eu ja tinha tentado e nao deu com a barra so que eu pensei que so funcionava em pastas mais agora poco antes de vim aki no forum eu consig ! vlw ae abraçao!!

  • Andersonsventurini

    Tutorial muito bom. Foi muito util.
    Obrigado.

    • Nicholas Lima

      Que bom que pudemos ajudar…

      Obrigado por comentar e continue de olho nas nossas novidades.
      Abraços

  • Fabiano Vasconcelos

    Amigos, infelizmente a dica do colega não deu certo pra mim, porque eu tô usando o VMWare. Depois de instalado o Debian na virtual machine e estar tudo totalmente em modo console, sem ambiente gráfico, pois é uma simulação de servidor, como eu consigo conectar na internet? Eu uso conexão cabeada mesmo. Apesar de ter dado um dhclient eth0, ele simplesmente deu um retorno de carro, não deu mensagem nenhuma de erro ou sucesso e voltou normalmente para o prompt. No ifconfig -a, tudo me parece normal. Não copio e colo aqui porque não é possível, a VM não aceita o ponteiro do mouse como se fosse um terminal comum, mas se for necessário eu tiro um print pra análise de vocês. Alguém pode me ajudar?

  • Andrey K.

    boa tarde, sou técnico de Linux, mas ainda estou aprendendo a mexer com o SO. normalmente faço o teste com a banda larga cabeada, então minha dúvida é: como devo proceder caso o dhclient não funcione?
    grato desde já.

  • Nery.J

    Ola meus caros… Resolvi agora me aventurar pelo linux… comecei com a versão 14.04 para desktop. Gostei tanto que indiquei a versão server para a empresa que eu trabalho. hehehe… Porém estou tentando configurar um servidor pessoal para testar as aplicações antes de levar para a empresa. Durante a instalação do Server 14.04, deu tudo certo, a Instalação reconheceu todos os drives de REDE, configurei a rede wi-fi numa boa e conclui a instalação. Porém agora chegado a hora de “descer o kct” nada de conexão com a internet. Por nenhuma das placas. Seguindo este forum, funcionou até o “sufo iwconfig wlan0 essid…” dai em diante não consigo avançar mais. Fui até a diretório /etc/wap_supplicant e não tem o arquivo “wap_supplicant.config”. Aguem pode me dar uma sugestão? Agradeço meus caros…